+49 (0) 21 91 89 10
In der Fleute 2, 42897 Remscheid, Germany

AQUECIMENTO POR INDUÇÃO

A peça na qual a corrente deve ser induzida durante o aquecimento indutivo não pode realmente ser vista como uma peça da máquina de aquecimento (essa analogia só pode ser empregada de forma limitada). Em vez disso, essa peça é a peça de trabalho que será aquecida, endurecida, soldada ou derretida.

O campo magnético penetra na peça de trabalho e sua profundidade de penetração depende do material, da temperatura e da frequência da corrente de excitação. Como o material e a temperatura desejada da peça já estão especificados para um determinado processo, a profundidade é regulada com a frequência. Quanto maior a frequência, tanto menos o campo, a corrente e a potência induzidas penetram na peça de trabalho. A área externa aquece primeiro e o calor passa para o interior da peça, devido à diferença de temperatura entre a parte externa e o meio. Quanto menor a frequência selecionada, tanto maior a penetração do campo que gera o calor diretamente no interior da peça.

Este efeito é usado para diferentes estratégias de aquecimento, dependendo dos requisitos do componente. Se um componente deve ser aquecido apenas na área da borda, ele é aquecido brevemente em alta frequência com alta densidade de potência (veja a imagem à esquerda). Se ele deve ser aquecido o mais uniformemente possível, a frequência e a densidade de potência são menores e o processo é um pouco mais demorado (veja a imagem à direita).


Produtos relacionados